Como mover o seu blog do WordPress.com para um domínio auto-hospedado

Uma boa maioria dos blogueiros individuais escolhe ter seus sites hospedados no WordPress.com, principalmente porque é gratuito e fácil de configurar. Esta é uma boa escolha para muitos blogueiros pessoais, sites de baixo tráfego e até sites baseados na comunidade.


No entanto, se você deseja configurar um negócio sério, descobrirá que o WordPress.com não está à altura. Para todas as opções premium, como domínio personalizado, espaço extra, uploads de áudio / vídeo e exibição de anúncio, você terá que pagar valores adicionais. A hospedagem de email deverá ser feita externamente, diferente de outros serviços de hospedagem. Não são permitidos links afiliados e plugins personalizados. O WordPress.com pode desligá-lo a qualquer momento. A necessidade de atualizar e encontrar um host para o seu site WP será sentida à medida que a empresa cresce.

O WordPress.com não suporta muitos temas profissionais, portanto, sua escolha de temas é muito restrita. A estrutura subjacente dos temas do WordPress não pode ser alterada. Existem muitas restrições à personalização que limitarão o crescimento do seu site.

Portanto, talvez seja hora de mudar para um site auto-hospedado. Você pode baixar o software WordPress grátis em seu próprio servidor e instalá-lo. Isso é chamado de site WordPress auto-hospedado.

Isso pode parecer uma tarefa assustadora para a maioria, mas este guia facilitará.

Podemos dividir todo o processo em sete etapas.

1- Nome de Domínio + Hospedagem na Web

Você deve primeiro registrar um bom nome de domínio. Em seguida, escolha um serviço de hospedagem. Você pode ocupar espaço no servidor com uma empresa de serviços de hospedagem, como SiteGround ou InMotion Hosting.

Jerry, aqui no site Secret Revealed, analisou mais de 60 serviços de hospedagem. Talvez você possa escolher um dando uma olhada em suas críticas detalhadas. Observe também que alguns serviços de hospedagem na Web podem ajudar a exportar as informações do seu site para os servidores.

2- Instale o WordPress

A maioria dos serviços de hospedagem facilitou a instalação do WordPress no seu site com apenas alguns cliques. Mas se você precisar de ajuda, poderá dar uma olhada na excelente e simples documentação no WordPress.org. Também é aconselhável instalar o WordPress em um subdiretório por motivos que incluem possíveis exclusões acidentais de arquivos essenciais do WP, além de reduzir possíveis conflitos.

3- Configuração do tema

Decida o tema para o seu site e instale-o. Confira 50 temas impressionantes do WordPress, todos disponíveis gratuitamente.

4- Exportando dados do WordPress.com

Entre na sua conta WordPress.com e vá para o painel. Encontre Ferramentas no menu e clique em Exportar. Você será solicitado a escolher entre Visita Gratuita e Guiada. Escolha a opção Grátis.

1 1

Você precisará especificar o conteúdo que deseja exportar. Selecione todo o conteúdo e clique no botão Baixar arquivo de exportação.

2
Um arquivo XML será baixado automaticamente para o seu computador. Este arquivo conterá todo o material do seu site WordPress – postagens, páginas, comentários, campos personalizados, categorias e tags. Depois de fazer isso, você conclui a exportação de todo o seu conteúdo do WordPress.com

5- Importando Conteúdo para o Site WordPress Auto-Hospedado

Agora você deve entrar no seu site WordPress com o novo servidor host. No painel, escolha a opção Importar em Ferramentas. Vá para Importar, que pode ser encontrado em Opções e clique em WordPress.

3
Nesta fase, você será solicitado a instalar o plugin Importador do WordPress.

4
Após a instalação deste plugin, ative-o e execute-o.

5
Lembre-se de que um arquivo XML foi baixado automaticamente durante o processo de exportação. A tela agora solicitará que você faça o upload. O tamanho do arquivo para upload é restrito. Se o tamanho do seu arquivo exceder o limite, você pode pedir ao host para aumentar temporariamente o limite ou pode dividir o arquivo usando o WXR File Splitter.

6
Você também terá várias opções, como atribuir conteúdo aos usuários ou importar anexos. Você pode escolher opções marcando adequadamente.

7

6- Importando links de rolo do blog

Esta etapa é necessária apenas se você estiver armazenando blogrolls e outros links usando o recurso Links no WordPress.com. Se você não estiver usando esse recurso, poderá pular esta etapa e ir direto para a etapa Configurações.

O formato OPML é um formato XML que permite importar e exportar categorias e links de links. Encontre seus arquivos OPML no WordPress.com e abra-os. Ele será aberto no seu navegador. Salve os arquivos OPML abertos no seu computador. Em seguida, seus links do WordPress.com devem ser importados para o seu novo site.

O novo site pode não ter um Gerenciador de Link. Instale o plug-in do Link Manager e ative-o (mesmo que o plug-in possa não ter sido atualizado). Um ícone e uma opção Links aparecerão no menu em seu novo painel. Vá para Ferramentas > Importe e clique em Blogroll.

8

Instale o instalador OPML.

9

Ative o instalador. Você será redirecionado para o importador e aqui fará o upload do arquivo XML baixado no seu computador.

11
Agora o WordPress importará todos os seus links e categorias de links do arquivo OPML. Após a importação bem-sucedida, você verá a mensagem “Tudo concluído”.

7- Configurações

Se você deseja manter os visitantes em seu site antigo, vá novamente ao painel do WordPress.com. Ajuste como desejar na opção Leituras em Configurações.

12
Em Permalinks, escolha Dia e Nome.

13
Acesse WordPress.com e clique em Lojas. Escolha a atualização de redirecionamento de site (paga) e instale-a. O Redirecionamento de site oferece 301 Link permanente, que será automaticamente redirecionado do site antigo. Quanto tempo o recurso Redirecionar deve ser mantido depende de quanto tráfego você teve no seu site. Um ano ou dois pode ser adequado.

Se você estiver alterando domínios, todos os URLs deverão ser atualizados. No painel do site WordPress.com, selecione Domínio de atualizações. Digite o URL do seu novo domínio e clique em Adicionar domínio ao blog, seguido por Mapear domínio. Em seguida, defina o novo URL do site como o endereço principal. Não digite www e barra final. Se você deseja levar seus assinantes para o novo site, você deve instalar o plugin JetPack.

Espero que este tutorial desmistifique quaisquer dificuldades que você possa encontrar ao mover sites do WordPress.com para domínios auto-hospedados.

Jeffrey Wilson Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
    Like this post? Please share to your friends:
    Adblock
    detector
    map